Destaques

Rússia 2018: A Copa do Árbitro de Vídeo

Por Matheus Nunes
Havia muita expectativa por parte da FIFA para este Mundial, expectativa que foi correspondida, de acordo com Gianni Infantino (presidente da instituição): “Foi uma Copa inacreditável. Eu acreditava que este poderia ser o melhor Mundial de todos os tempos. Agora posso dizer com maior convicção, esta foi a melhor Copa.” – disse Infantino, logo após o apito final da competição.

O primeiro Mundial com intervenção externa autorizada pela FIFA.
Você, eu, todos nós, torcedores, já vimos nosso time de coração ser prejudicado ou beneficiado por erros da arbitragem. O VAR veio exatamente para acabar com isto.

Em uma sala isolada do campo, um grupo de 4 profissionais de arbitragem assistem as imagens da partida através de diversos televisores com imagens passadas por dezenas de câmeras espalhadas pelo campo, retratando os lances de vários ângulos para os auxiliares de vídeo.

O VAR só pode entrar em ação em 4 lances específicos, são eles:
Gols – Confirmando se o gol foi regular ou não. Em qualquer situação que possa reverter o gol, o VAR pode ajudar, segundo o próprio site da FIFA.
Pênaltis – Contribuem com o árbitro no campo a tomar a decisão correta.
Cartões vermelhos – Apoiam o juiz de campo a dar a punição correta para o jogador, dependendo da gravidade da falta cometida.
Erro de identidade – Auxiliam o árbitro a executar a punição ao jogador correto, de acordo com a jogada.
Foram 20 intervenções diretas do VAR nesta Copa do Mundo.

Geração Belga
Há tempos, muito se fala sobre a geração belga. Eles finalmente deixaram sua marca em uma Copa, ficando com o 3° lugar, maior posição já conquistada pela Bélgica, que ainda eliminou o Brasil nas quartas de final. Uma posição histórica.

Croácia
A Croácia surpreendeu a todos com um belíssimo futebol e uma equipe que soube se portar perante o adversário. Extinta da lista de favoritos de qualquer bolão, mostraram que não devem ser subestimados, foram derrotados apenas na final, perdendo de 4 a 2 para a França, e ficando com a 2ª posição do Mundial.

França Campeã
A França sempre foi favorita, por inúmeros motivos: seja pela boníssima Eurocopa que fizeram, ou pela excelência na qualidade e competência do seu plantel.
A Taça veio pra confirmar o favoritismo. Mesmo com um camisa 9 que passou o Mundial inteiro sem marcar, a jovem equipe francesa chegou ao seu auge e se tornou campeã mundial mais uma vez, bicampeã mundial.
Destaque para o craque Mbappe, que com apenas 19 anos, entrou para o seleto grupo de adolescentes a marcar gol em jogos finais de Copa do Mundo, onde só tem a companhia do brasileiro Pelé.

França Campeã

Fato Histórico
Brasil enfrentando a maior crise econômica dos seus últimos 20 anos. Mais de 14 milhões de pessoas desempregadas.

País Sede
Rússia

Classificação Final
França – Campeã
Croácia – Vice-Campeã
Bélgica – 3° lugar
Inglaterra – 4° lugar
Uruguai – 5° lugar
Brasil – 6° lugar
Suécia – 7° lugar
Rússia – 8° lugar
Colômbia – 9° lugar
Espanha – 10° lugar
Dinamarca – 11° lugar
México – 12° lugar
Portugal – 13° lugar
Suíça – 14° lugar
Japão – 15° lugar
Argentina – 16° lugar
Senegal – 17° lugar
Irã – 18° lugar
Coreia do Sul – 19° lugar
Peru – 20° lugar
Nigéria – 21° lugar
Alemanha – 22° lugar
Sérvia – 23° lugar
Tunísia – 24° lugar
Polônia – 25° lugar
Arábia Saudita – 26° lugar
Marrocos – 27° lugar
Islândia – 28° lugar
Costa Rica – 29° lugar
Austrália – 30° lugar
Egito – 31° lugar
Panamá – 32° lugar

Artilheiro da Competição
Harry Kane, atacante da Inglaterra, foi o artilheiro da competição, com 6 gols marcados.

Craque da Copa
Tal como um maestro, regendo o time ao ataque, auxiliando na armação e finalização de jogadas, o croata Luka Modric, foi nomeado craque desta Copa.

Frase
If Kylian keeps equalling my records like this I may have to dust my boots off again… // Se o @KMbappe continuar a igualar os meus records assim, eu vou ter que tirar a poeira das minhas chuteiras novamente…#WorldCupFinal
(Texto de Pelé, através de uma rede social, para Mbappe).

A zebra
Alemanha 0 x 2 Coréia do Sul.
Esse foi um Mundial de muitas zebras, definitivamente. Mas esta foi a de maior destaque. A Alemanha veio para a última rodada da fase de grupos desesperada, precisando da vitória para se garantir nas oitavas e acabou sendo desclassificada para uma equipe que não tem muita tradição no futebol.

Bola
Adidas Telstar 18, foi a bola utilizada na Rússia, uma homenagem as versões da Copa de 1970 e 1974, que também foram fabricadas pela Adidas.

Cobertura
Foi a primeira Copa com transmissão completa e em tempo real por todas as principais plataformas de Comunicação: Internet, TV, Rádio, Celular.