Destaques

Ex-candidato a Vereador de São Gonçalo é preso acusado de Associação ao Tráfico de Drogas

Foto: Reprodução/Facebook

O candidato a vereador de São Gonçalo, Wanderson Marin Dinelly, mais conhecido como ‘Wandinho’, de 36 anos, foi preso na manhã desta quarta-feira (21), acusado de envolvimento com tráfico de drogas. Os agentes da 78º DP (Fonseca) prenderam Wandinho na casa de sua mãe no bairro Galo Branco.

De acordo com a polícia, Wandinho faria parte da quadrilha que a abastecia praticamente todas as favelas da Região Metropolitana do Rio com materiais de insumo, embalagem e venda a varejo. O material era comprado por ele das fábricas de São Paulo e distribuído para favelas de Niterói, São Gonçalo, Itaboraí, Maricá e Região dos Lagos, sem exceção de facções. Além de fornecer, o empresário ainda fazia entregas programadas aos criminosos que contratavam seus serviços, que eram realizados em algumas comunidades como Marítimos, Santo Cristo e Complexo do Salgueiro.

Ele foi preso através da operação “Wallpaper”, que tinha como objetivo cumprir o mandado de prisão ao empresário, que também é  funcionário da Secretaria Estadual de Saúde. Os policiais encontraram uma grande quantidade de material que seria destinado ao tráfico em uma das casas do acusado. Além dele, Igor Corrêa Palma, de 21 anos, também foi preso. O rapaz seria o responsável pela logística e organização das drogas. Os dois vão responder por Associação ao tráfico e lavagem de dinheiro.

Lucro da quadrilha

As investigações apontam que a quadrilha faturou um líquido de aproximadamente R$ 120 mil reais, só no mês de janeiro. Segundo os agentes, todo dinheiro arrecadado era destinado a bens, imóveis e veículos.